Publicidade em 1941

imagem do título de um artigo da revista Panorama nº3, 1941

“Um técnico autêntico da publicidade é um especializado que, como qualquer especializado– um médico, um arquitecto, um engenheiro– se submeteu a uma cultura assídua e sempre actualizada da sua especialidade, pelo estudo de livros e revistas técnicas, pela reflexão sobre temas profissionais, pela compreenção cada vez mais lúcida do homem e do meio social em evolução. Os maiores artistas técninas do mundo são homens de cultura vastíssima, e principalmente grandes psicólogos. Isso lhes permite penetrarem argutamente no público, para sobre ele, exercer a «acção comercial» que é princípio e fim de toda a publidade. Portugal dispõe, como poucos países, de grandes artistas desta especialidade. É reprovável, portanto, o aparecimento de anúncio vergonhosos. A publicidade, primordialmente, uma questão comercial, mas é também uma questão de consciência– e de brio…”

Cândido Costa Pinto, “A consciência da publicidade”, revista Panorama nº4, 1941.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s